22/06/2015 | Cultura

Teatro Municipal de Bauru recebe peça de Gil Vicente

Auto da Barca do Inferno será encenada no Teatro Celina Lourdes Alves Neves

A peça Auto da Barca do Inferno, do Grupo Trapiche, será encenada nesta terça-feira, 23/06, às 9h30 e às 20h. O Grupo Trapiche conta com mais de 20 atores e tem quase 30 anos de existência e realiza montagens de textos literários adultos e infantis.

Auto da Barca do Inferno foi escrita no século XVI pelo dramaturgo e poeta Gil Vicente (1486-1540). Trata-se da obra mais importante do autor. A história gira em torno de um fidalgo, um onzeneiro, um sapateiro, um parvo, um frade, uma alcoviteira, um judeu, um corregedor, um homem enforcado e 04 cavaleiros. Todos eles morreram e estão diante de duas barcas: numa delas está um anjo, que conduzirá a barca até o céu.

Na outra, está o diabo, que levará seus passageiros ao inferno. Todos eles tentam convencer o anjo de que são merecedores de irem para o céu. A obra de Gil Vicente mistura elementos do catolicismo (céu e inferno, anjo e diabo) com elementos da cultura greco-romana. Vem da Grécia a ideia de que, ao morrer, a pessoa vai de encontro a um barqueiro que a conduzirá para seu destino final.

A classificação indicativa da peça é livre e os ingressos custam 40 reais (inteira) e 20 reais (meia). O Teatro Municipal de Bauru fica na Avenida Nações Unidas, 8-9, centro.