13/06/2019 | Cultura

Espetáculo “Quixotes” acontece no Teatro Municipal nesta sexta-feira

Amanhã, dia 14 de junho (sexta-feira), o Teatro Municipal recebe o espetáculo “Quixotes” realizado pela companhia Cais do Porto, com incentivo do Programa de Ação Cultural (ProAC), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, selecionado no edital de circulação de espetáculos de teatro. O evento é gratuito e tem o apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

O espetáculo aborda a existência humana e o conflito entre sonhos e realidade, a entrega nas relações com o outro, com a cidade e com nossos espaços e vozes. Ao mesmo tempo, o enredo trava um diálogo poético sobre desigualdade, violência e preconceito.

A proposta do grupo é realizar nove apresentações em cidades diferentes do interior de São Paulo. O grupo começou a itinerância no dia 30, em Morro Agudo. Depois, eles seguem para Jaú, Botucatu, Marília, Taquaritinga, Bauru, Sertãozinho, Piracicaba e São Carlos.

Criado a partir de paisagens cênicas, o espetáculo nos depara com as conquistas e os fracassos do ser contemporâneo que sai a galopes em busca de realizar seus sonhos mais utópicos. O espetáculo “Quixotes” trata da figura do herói de si mesmo, o homem frágil e cheio de sonhos que veste uma espécie de armadura, porque encontra nela sua força e o motiva a continuar suportando a realidade dura em que vive.

A pesquisa para elaborar “Quixotes” foi feita durante 1 ano, e o espetáculo busca encontrar as personagens reais de nossa ficção: os “Quixotes” brasileiros, heróis do cotidiano que saem em jornada na busca de melhores condições de vida.

Segundo Fábio Lucca, diretor do espetáculo, a pesquisa teve origem ainda em 2012, com uma provocação de um professor, enquanto ele ainda estava na faculdade: “Qual é o seu teatro?” A partir daí se iniciou a montagem com paisagens cênicas, para ver como os corpos reagiam. Nesse processo, encontraram relação com “o herói de si mesmo”, presente na obra se Miguel de Cervantes. A intenção é compreender que a transformação do mundo só vem com uma transformação interna:“É uma relação muito bonita”, ressalta Fábio.

Além do espetáculo, o grupo tem a proposta de realizar uma ação sociocultural. No dia do evento, o grupo irá até o Albergue Noturno- Casa de passagem, às 9h, para realizar uma atividade prática com uma oficina teatral. A proposta é estabelecer uma reflexão sobre a questão dos sonhos e anseios, compartilhando relatos e experiências com os presentes.

Sinopse
Um ator e uma atriz estão diante do público e procuram seus corações. Em “Quixotes”, da Cia Cais do Porto, os artistas enviam e recebem cartas dos personagens da obra Dom Quixote de La Mancha, além de instaurar um dolorido diálogo com seu autor morto, Miguel de Cervantes.

Sobre a Companhia Cais do Porto
Formada em Araraquara em 2013, a Companhia Cais do Porto foi fundada por amigos artistas oriundos da Escola Livre de Teatro de Santo André (ELT), SENAC Araraquara (curso técnico de Arte Dramática), além de núcleos de estudo, oficinas e workshops livres, por suas pesquisas pessoais.

Há quase 6 anos produzindo espetáculos na cidade de Araraquara, a cia já atravessou fronteira em 2015, quando realizou residência artística no Centro Cultural y Colectivo Teatral La Mandrágora, em Viñadel Mar, no Chile.

Dentre suas produções estão: “A Coitadinha”(2013), “Rebento - agora que sinto amor” (2014), “Winka - ensaios sobre a invasão” (2015 - intercâmbio Brasil-Chile), “O Engraxate” (2015), “Muzimba Nossa Voz”(2016), “Quixotes” (2017) e “Cartas para Ariel” (2018).

Como parte da comemoração de seus 5 anos de existência e resistência, a Cia inaugurou no ano passado o CAIS CAFÉ BAR, que além de ser uma sede para o grupo, oferece cursos de formação artística, eventos culturais variados e gastronomia.

Ficha técnica
Criação e Dramaturgia | Cia Cais do Porto
Obra impulso | Dom Quixote de La Mancha (Miguel de Cervantes)
Dramaturgia | O Grupo
Direção | Fábio Lucca
Elenco | Fábio Lucca e Neila Dória
Música ao vivo | Gustavo Velludo e Luísa Melo
Direção de palco e Cenotécnico | Zé Guilherme
Iluminação e Operação de Luz | Larissa Mariano
Videomaker | Álvaro Júnior
Figurino | Murilo Rangel
Colaboração dramatúrgica | Carla Zanini, Filipe Ramos e Maria Eduarda Machado
Produção Executiva | Fernando Gimenes
Coordenação de Produção | Vânia Lima
Duração | 70 minutos
Classificação Indicativa | 12 anos

Serviço
“Quixotes”
Sexta, 14 de junho
20h
Local: Teatro Municipal de Bauru
Avenida Nações Unidas, 8-9 Centro
Gratuito

Espetáculo “Quixotes” acontece no Teatro Municipal nesta sexta-feiraEspetáculo “Quixotes” acontece no Teatro Municipal nesta sexta-feira