21/10/2020 | DAE

Fase final de testes: novo poço começa abastecer região do Santa Cândida

O novo poço Santa Cândida começou na tarde desta quarta-feira (21) a reforçar o abastecimento das regiões Vila Dutra, Vila Industrial, Parque Viaduto, Parque Val de Palmas, Leão 13 e o próprio Santa Cândida, antes abastecidos somente pelo sistema Batalha/ETA.

Técnicos do DAE seguem realizando testes de monitoramento dos parâmetros eletromecânico e hidráulico do sistema de bombeamento da Unidade. Esses testes são essenciais para avaliar o comportamento operacional dos equipamentos a fim de otimizar o seu funcionamento e assegurar que o sistema atenda todos os requisitos técnicos previsto em projeto. Paralisações temporárias poderão ocorrer devido a necessidade de ajustes.

Com uma extensão de cerca de 2,2 mil metros, a rede adutora do poço foi finalizada graças ao mutirão organizado por servidores do DAE e da Prefeitura Municipal, que concentraram esforços para sua execução. A rede interliga o poço Santa Cândida ao reservatório da Vila Industrial.

O investimento da autarquia na perfuração deste poço foi de R$ 1,9 milhão e, agora, um total de 35 poços abastecem a cidade, contribuindo para a redução da área atendida pelo sistema ETA/Batalha.

O DAE, há anos, assume como uma de suas prioridades ampliar a distribuição de água, descentralizando a dependência da ETA que, alimentada pelo Rio Batalha, corresponde pelo suprimento de cerca de 38% das demandas do município.

No ano passado, a autarquia entregou dois novos poços, no Jardim América e no Geisel, que auxiliaram diretamente na diminuição da demanda do Batalha. Somente nessas três Unidades foram investidos mais de R$ 6 milhões.

No mesmo sentido, as obras de setorização no bairro Bela Vista diminuíram consideravelmente o índice de perdas na distribuição de água, com a redução de cerca de 60% dos vazamentos na região. Já no Parque das Nações, além de receber obras de setorização, a área passou a ser abastecida exclusivamente pelo Poço Imperial e não mais pela ETA.

Outra intervenção imprescindível para a garantia de continuidade da qualidade da água tratada e distribuída foi a modernização da ETA, que, neste ano, passou pela primeira reforma completa das suas unidades filtrantes. O investimento no serviço foi de R$ 1,6 milhão.

Por fim, sob o valor R$ 4 milhões, está em andamento a construção do primeiro reservatório vitrificado, localizado na Vila Falcão, região também abastecida pelo Batalha. As obras começaram em julho deste ano e, quando concluída, a Unidade terá capacidade para armazenar 3,5 milhões de litros de água, aumentando a reserva da região.


Assessoria de Imprensa – DAE/Bauru

Fase final de testes: novo poço começa abastecer região do Santa CândidaFase final de testes: novo poço começa abastecer região do Santa CândidaFase final de testes: novo poço começa abastecer região do Santa CândidaFase final de testes: novo poço começa abastecer região do Santa Cândida