16/04/2021 | FUNPREV

Comitê de Investimentos reúne-se para 13ª sessão ordinária

Nesta quinta-feira (15), os integrantes do Comitê de Investimentos da Fundação de Previdência dos Servidores Públicos Municipais Efetivos de Bauru (Funprev) realizaram a 13ª sessão ordinária de 2021.

Realizada de maneira híbrida - com membros participando presencial e remotamente (por meio da plataforma Zoom Meeting) -, a reunião respeitou o distanciamento social e todos os outros protocolos sanitários em relação à pandemia de Covid-19.

O encontro foi atendido pelos membros Márcia A. dos R. de Oliveira (presidente), Diogo Nunes Pereira (secretário), Gilson Gimenes Campos, Antonio C. Batista Martinez e Alexandre F. da Costa.

Além dos integrantes do Conselho, participaram também Donizete do Carmo dos Santos (presidente da Funprev), Luiz Gustavo P. Macedo (economista da Funprev), José Aparecido dos Santos (membro do Conselho Curador), José Ricardo Ortolani (membro Conselho Curador) e David José Françoso (presidente do Conselho Curador).

Na reunião, foram colocadas em pauta os seguintes processos:

1. FIP Caixa Incorporação Imobiliária. Com o recebimento dos autos e do parecer do Núcleo de Investimentos, além de ouvir o economista Luiz Gustavo, o Comitê sugeriu à Presidência o encaminhamento do processo aos setores responsáveis para levantamento dos valores aplicados, amortizados e do saldo remanescente. Também decidiu-se pela convocação do gestor para esclarecimentos referente às ações desempenhadas em relação ao fundo.

2. Demonstrativo da aplicação de investimentos. A partir do recebimentos dos autos e do parecer do Núcleo de Investimentos, o Comitê sugere o monitoramento dos percentuais aplicados no segmento de multimercado e de eventuais movimentações que se façam necessárias nos próximos meses.

3. Carteira sugerida de abril pelo Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. O Comitê é apresentado às sugestões de aplicações encaminhadas pelas instituições financeiras, bem como à informação de que será feito um processo de análise referente à estratégia de investimentos da Funprev e eventuais movimentações, trazida pelo economista Luiz Gustavo.

4. Adequação de percentuais. Apresentado o despacho da Presidência da Funprev em relação à determinação do Conselho Curador de se fazer o Comitê analisar a sugestão da Procuradoria Jurídica da Funprev na alteração de artigo da Política de Investimentos de 2021, o secretário do Comitê solicita vistas do processo para análise. Assim, a pauta deve ser retornada por meio dos autos em até duas reuniões.

5. O Comitê de Investimentos consultou as rentabilidades dos principais indicadores das rendas fixa e variável até o fechamento do dia 14/04, com base em informações obtidas pela plataforma de Consultoria Crédito & Mercado. Verificou-se a performance ligeiramente positiva nos indicadores de renda fixa com duração mais curta e retorno negativo nos indicadores de médio e longo prazos, além de performance positiva no principal indicador de renda variável, o IBOVESPA e do indicador S&P 500, voltado ao segmento de mercado externo.

Encerradas as pautas, foi aberta a palavra aos presentes. O economista Luiz Gustavo falou a respeito da possibilidade de alongamento da carteira da Fundação e da compra de títulos públicos de forma direta com possibilidade de marcação na curva de juros em vez de marcação a mercado.

Sobre esse tema, o secretário do Comitê explanou sobre a reunião com a Crédito e Mercado. Ele sugeriu que mais estudos de solvência e liquidez sejam feitos a fim de instruir o processo antes de uma eventual efetivação de compra de títulos. A sugestão foi apoiada pelos membros.

Comitê de Investimentos reúne-se para 13ª sessão ordinária