27/01/2021 | Saúde

Perguntas frequentes: Vacinação COVID-19

1. Qual a importância de uma vacina?
Resposta: A vacina é uma das mais importantes ferramentas utilizadas em intervenções de saúde pública para prevenir e controlar doenças, com impacto direto na redução da morbimortalidade.

2. Qual a idade indicada para a sua aplicação?
Resposta: Neste momento, as vacinas poderão ser aplicadas em pessoas com idade igual e superior a 18 anos de idade.

3. Quais os grupos deverão ser contemplados?
Resposta: Neste momento e pela ordem de prioridade serão vacinados:
- Trabalhadores das Instituições de longa permanência (asilos) e de residências inclusivas (Serviço de acolhimento Institucional em residências inclusivas para Jovens e adultos portadores de deficiência);
- Idosos acima de 60 anos que estão em Instituições de longa permanência (asilos);
- Pessoas acima de 18 anos de idade portadoras de deficiência, residentes nas residências inclusivas(institucionalizadas);
- Trabalhadores dos serviços de saúde públicos e privados, tanto da urgência quanto da atenção básica, que envolvidos diretamente na atenção/referência para os casos suspeitos e confirmados de COVID-19;
- Demais trabalhadores de saúde.

4. Qual a definição de trabalhador da saúde?
Resposta: Compreende-se como “trabalhador da saúde” todo trabalhador que labore em edificações de serviços de saúde, tais como pessoal administrativo e dos serviços de nutrição, segurança, recepção, limpeza, conservação, enfermagem, equipes médicas e cirúrgicas, técnicos de laboratórios, etc.

5. Quem pode ser considerado linha de frente para a vacinação?
Resposta: profissionais administrativos, servente de limpeza, médico, enfermeiro, segurança que estão nas unidades que atendem casos suspeitos e confirmados de COVID-19;

6. Quais documentos necessários para vacinação?
Resposta: Orientamos que os trabalhadores da saúde apresentem na unidade de saúde onde será realizada a vacinação, o documento (carteirinha) que o vincule ao conselho de classe ou holerite/folha de pagamento que comprove seu vínculo empregatício com um estabelecimento de saúde. No caso dos maiores de 60 anos, estes poderão apresentar um documento oficial válido (RG, CPF, cartão SUS, passaporte etc.) que comprove sua idade.

7. Em que fase está a vacinação no Município de Bauru?
Resposta: A vacinação iniciou na cidade de Bauru no dia 22/01/2021 nas UPAS e SAMU e no dia 25/01/2021 começou a ser distribuídas para os Hospitais, laboratório que faz exame de COVID e postos de saúde. A vacinação está em andamento nestes serviços e todos receberam doses o suficiente para vacinar a linha de frente primeiramente. Todos os hospitais receberão 40% do total do quadro de pessoal para prosseguir a vacinação que está em andamento, com a chegada das vacinas receberão o restante para concluir a vacinação de toda a equipe conforme a norma técnica.

8. Eu sou profissional de saúde e não trabalho em hospital, UPA ou posto de saúde. Quando vou receber a minha dose?
A campanha irá prosseguir de acordo com o recebimento das doses de vacina, neste momento solicitamos que aguarde. Até fevereiro todos os profissionais da saúde deverão ser vacinados.

9. Porque vacinar asilos agora?
Esta população é muito importante a ser vacinada neste momento, porque se ocorrer surto nos asilos, muitos idosos poderão desenvolver a forma grave da doença e precisarão de leitos de UTI que já está escasso e poderão morrer. Neste momento faz necessário proteger estas pessoas.

10. Em quais situações será recomendada o adiamento da vacinação? Resposta: Caso a pessoa apresente doenças febris moderadas a graves, recomenda-se adiar a vacinação. Outras precauções serão informadas oportunamente.

11. A vacina poderá ser aplicada simultaneamente com outras vacinas? Resposta: Neste momento, aguardamos orientação dos laboratórios produtores quanto ao uso simultâneo com outras vacinas.

12. Quais os principais eventos adversos?
Resposta: Os principais eventos adversos esperados são dor no local de aplicação e outros a serem informados pelo laboratório produtor em bula. Por serem vacinas novas, todos os eventos adversos deverão ser notificados. Os eventos adversos graves (óbito, reação anafilática grave com ou sem internação hospitalar, manifestações neurológicas e outros eventos que demandem internação hospitalar) são eventos de notificação compulsória imediata. Todos os eventos graves deverão ser adequadamente investigados.

13. Para o esquema de vacinação aplicando-se duas doses, poderão ser utilizadas vacinas de diferentes laboratórios?
Resposta: Aguardamos informação do laboratório produtor. Por se tratarem de vacinas novas, neste momento, a recomendação é que o esquema seja completado com a mesma vacina.

14. Porque tem profissionais nos serviços de saúde que tomaram a vacina e não trabalha no setor de COVID?
Porque foi enviado aos hospitais no primeiro momento 40% das doses para o efetivo, ou seja, um hospital que tem 100 trabalhadores recebeu 40 doses, destas primeiramente, deverá ser vacinado a linha e frente para COVID, (a recepcionista, a servente de limpeza, o segurança, medico, enfermeiro, técnico de enfermagem). Após vacinar este grupo o Gestor do hospital deverá priorizar os demais profissionais que não estão no setor de COVID, mas trabalham com pacientes com COVID (técnico de Raio-X, medico radiologista, nutricionista e assim por diante até acabar as doses. Após este grupo ser vacinado os serviços receberão mais doses assim que o estado abastecer o município para vacinar o restante da equipe, sendo que no final todos os profissionais de saúde têm que estar vacinados.

15. Como que eu sei quando eu vou receber a minha dose?
Deve aguardar os informes na mídia e no site da prefeitura, qual grupo está sendo vacinado a cada momento.

16. A vacina é obrigatória?
Resposta: A vacina não é obrigatória, no entanto se o paciente não aceitar a vacina deve ser aplicado um termo de recusa para resguardar o serviço de saúde. No entanto se a pessoa se arrepender e quiser receber a sua dose pode ser solicitada a qualquer momento e receberá de acordo com a disponibilidade de dose.

17. Se demorar muito para eu receber a vacina e o vírus sofreu mutação ainda vale ser vacinado?
Resposta: Sim, porque os estudos apontam que, até agora, as mutações que apareceram não tornam o vírus tão diferente a ponto de não ser mais reconhecido pela vacina. Mas tem de ficar de olho, porque se aparecer uma muito diferente, vamos precisar adaptar as vacinas", afirma. Vacinas que usam o vírus inativado, como a Coronavac, têm a vantagem de, por usar o vírus inteiro, terem também mais alvos para a vacina, de modo que esse tipo de mutação não deve ser um problema.

18. Se eu já tive COVID mesmo assim devo tomar a vacina?
Resposta: Sim, porque a imunidade que o nosso corpo desenvolve após contrair a doença ainda não está clara quanto a durabilidade. E muitas pessoas desenvolve sequelas após a doença, neste caso o melhor tomar a vacina.

19. Se eu estiver doente posso tomar a vacina?
Resposta: Não, se sintomas de COVID-19, deve esperar um exame negativo, deve estar totalmente assintomático e se o exame der positivo para COVID-19 receberá a vacina 30 dias após o início dos sintomas. Caso seja outra doença deve procurar orientação médica antes de vacinar.

20. Considerando a Coronavac, qual o percentual da população deve estar vacinado para nos sentirmos seguros?
Resposta: Para qualquer uma das vacinas o percentual de cobertura é de 90%.

21. Se eu estiver grávida posso tomar a vacina?
Resposta: Apenas com indicação médica, deve apresentar uma prescrição autorizando a aplicação. No entanto não há contraindicação para gestante.

22. Quem tem alergia a ovo pode tomar vacina?
Resposta: Sim, a vacina não possui proteína do ovo na sua fórmula.

23. É verdade que a vacina da Oxford, na fase 3, não foi testada em pessoas acima de 60 anos?
Resposta: Na norma Técnica, a terceira versão atualizada não traz esta informação, no momento não está proibida para está população.

24. A vacina não me deixa pegar covid nunca mais?
Resposta: Neste momento não é possível afirmar, só os estudos ao longo dos anos poderão confirmar ou descartar estas informações.

25. Criança pode tomar vacina?
Resposta: Neste momento não está indicada para menores de 18 anos, pois esta população ainda não foi estudada com as vacinas disponíveis para Bauru, porém os estudos ainda estão em andamento e futuramente pode ser indicada.

26. Se eu tomar uma dose e não tiver vacina para a segunda dose adiantará?
Resposta: Uma dose iniciará uma resposta imunológica, porem a resposta imunológica será completa e eficaz a pós a segunda dose, conforme as orientações da norma técnica.

27.Como saber se as vacinas estão sendo entregues em todos os municípios do País em quantias proporcionais a população alvo de cada fase?
Resposta: Para cada publico alvo existe uma população definida, no entanto a vacina é fornecida pela Secretaria Estadual de Saúde, deve acompanhar semanalmente se o município está recendo a vacina.

28.Diabéticos e hipertensos terão prioridade?
Resposta: Todos os pacientes portadores de comorbidades serão priorizados, no momento que a vacina for disponibilizada para este grupo, neste momento a vacinação está para profissionais de saúde e iniciando idosos acima de 90 anos.

Perguntas frequentes: Vacinação COVID-19